ARTIGO: Pensando na Chuva

Não é de hoje que os catarinenses sofrem muito com as chuvas. A situação nos abala há décadas e acaba sempre sendo negligenciada. Até que, de tempos em tempos, acontece uma tragédia que nos pega de calças curtas, e nos obriga a lembrar que é sempre muito melhor prevenir do que tentar remediar, muitas vezes, o que não pode ser remediado.

Em 1983, ocorreu a maior enchente da história de Santa Catarina. De lá pra cá ocorreram outras. E mais uma vez as fortes chuvas nos castigam. As informações assustam: mais de 29 mil pessoas afetadas, 91 municípios atingidos, 8,8 mil casas impactadas, 24.298 desalojados.

Nada mais triste que ver famílias inteiras obrigadas a deixar o aconchego de seus lares fugindo em busca de abrigo.

O frio, a falta de comida, de espaço para dormir, a perda de seus bens, de sua dignidade, tudo isso é muito dramático e precisa receber uma atuação rápida e eficaz do poder público.

Não podemos impedir as chuvas. Mas podemos e devemos prevê-las e nos preparar para quando elas vierem.

Se esperarmos que cada tragédia ocorra para tomarmos as medidas cabíveis, tais são a burocracia, a papelada e as exigências legais impostas, que os recursos necessários só chegarão quando o pior já aconteceu.

Justamente por isso, apresentei ano passado ao Senado Federal o projeto de lei nº 56, que determina a realização, pela CEF, de concursos especiais de loterias, com a renda destinada aos municípios que se encontrem em estado de calamidade pública.

A matéria, em análise na Comissão de Assuntos Econômicos, busca dar mais agilidade ao atendimento às vítimas e à recuperação da infraestrutura de nossas cidades.

A proposta não substitui ou dispensa as ações previstas na Política Nacional de Proteção e Defesa Civil, mas cria uma fonte ágil de recursos adicionais para que nossos municípios possam efetivamente oferecer um socorro emergencial a população afetada.

Convido o povo catarinense a contribuir com a agilidade da tramitação desta importante iniciativa, enviando sugestões para dario.berger@senador.leg.br e manifestando seu apoio ao projeto de lei n° 56/2016 por meio do site www.senadofederal.leg.br.

Por Dário Berger – Senador da República pelo PMDB/SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
Você pode utilizar as seguintes tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>