Metade da população está desempregada, subempregada ou vive só com um salário mínimo, afirma Dário Berger

O senador Dário Berger (PMDB-SC) afirmou nesta segunda-feira (20) que o maior problema que o Brasil enfrenta é a desigualdade social. Ele destacou que mais da metade da população está desempregada, subempregada ou vive com até um salário mínimo.

Para o senador, as diferenças sociais estão diretamente relacionadas ao emprego, à segurança pública, à saúde e á educação. Na opinião dele, o que diferencia a situação dos brasileiros são as oportunidades que cada um tem para estudar, trabalhar e se desenvolver.

Dário Berger lamentou ainda que o país esteja tão intolerante e disse que as redes sociais são o retrato de uma população que se agride, se ofende e não mede mais o que diz. Segundo o senador, o sistema atual envelheceu e é necessário fazer reformas estruturantes, como a política, a trabalhista, a previdenciária e a tributária.

Ou continuamos investindo os nossos esforços na execução definitiva das reformas que são importantes e fundamentais para o país ou então nós vamos ver agravada cada vez mais as desigualdades e as diferenças sociais no Brasil que não são poucas. E, com isso, a falta de oportunidade, e com isso a ampliação da violência da droga e da marginalização, e com isso vamos ter uma juventude sem esperança e sem futuro.

Informações Agência Senado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *
Você pode utilizar as seguintes tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>